Transporte Dutoviário

1 – Apresentação
O transporte dutoviário vem se revelando como uma das formas econômicas de transporte para grandes volumes quando comparados com os modais ferroviário e rodoviário. Algumas características são atribuídas ao transporte dutoviário como, agilidade, segurança, baixa flexibilidade e capacidade de fluxo.

É competência da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT articular-se com entidades operadoras do transporte dutoviário, para resolução de interfaces intermodais e organização de cadastro do sistema de dutovias do Brasil.

Outros assuntos relacionados a dutovias são de responsabilidade da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP (www.anp.gov.br).
Botão para voltar ao topo da página
2 – Conceitos Básicos/Operação
O transporte Dutoviário pode ser dividido em:


- Oleodutos, cujos produtos transportados são, em sua maioria: petróleo, óleo combustível, gasolina, diesel, álcool, GLP, querosene e nafta, e outros.

- Gasodutos, cujo produto transportado é o gás natural.

- Minerodutos, cujos produtos transportados são: Sal-gema, Minério de ferro e Concentrado Fosfático.

Botão para voltar ao topo da página
3 – Informações Gerais
• No âmbito da ANTT:

AETT - ANUÁRIO ESTATÍSTICO DOS TRANSPORTES TERRESTRES (http://www.antt.gov.br/InformacoesTecnicas/InformacoesTecnicas.asp)



• No âmbito da ANP:

GASODUTOS – AUTORIZAÇÕES CONCEDIDAS (http://www.anp.gov.br/?pg=41508&m=&t1=&t2=&t3=&t4=&ar=&ps=&cachebust=1327668555550)

OLEODUTOS E TERMINAIS (http://www.anp.gov.br/?pg=14450&m=&t1=&t2=&t3=&t4=&ar=&ps=&cachebust=1327405862688)


Botão para voltar ao topo da página